Alimentação e Exercícios na Terceira Idade: Manutenção da Saúde

A terceira idade para muitos significa “melhor idade”.

Com o passar do tempo o metabolismo desacelera, o que leva a uma absorção menor e mais lenta dos nutrientes necessários.

Fisicamente também passamos por mudanças. E a incidência de doenças tais como osteoporose e artrite acabam se tornando comuns.

Uma boa alimentação e exercícios na terceira idade garantem uma melhor qualidade de vida.

Por isso, é importante ter um cuidado a mais aos escolher os alimentos e prepará-los, além de investir em uma atividade física prazerosa.

Acompanhe o post até o final para saber mais sobre a importância da alimentação e exercícios na terceira idade!

Como a alimentação e exercícios na terceira idade contribuem para a manutenção da saúde

Com a chegada dos anos, o nosso corpo passa por mudanças que acabam impactando diretamente a nossa alimentação e condição física.

O corpo e a mente já não são mais os mesmos. É normal vermos pessoas passando por episódios de “esquecimento” e menor capacidade de raciocínio à medida que o tempo passa.

E é aí que entra a alimentação e exercícios na terceira idade.

Alimentação correta

O nosso corpo tende a diminuir a produção de saliva quando envelhecemos. Esse processo impacta o prazer ao comer. Porém, devemos nos lembrar que a alimentação adequada é de suma importância para uma vida saudável.

Adotar hábitos alimentares saudáveis, ter 3 refeições ao dia e ingerir alimentos ricos em proteínas e vitaminas é indispensável para todas as faixas etárias.

Sendo assim, preparamos uma lista para te ajudar nesse processo.

O que comer para ter uma vida saudável na terceira Idade?

https://3aidade.com.br/wp-content/uploads/2019/11/vegetables-1238252_960_720.jpg
Não esqueça de colocar no prato legumes e verduras.
  • Aposte na famosa combinação arroz e feijão.

O arroz é um cereal e o feijão uma leguminosa rica em ferro. Além disso, por conter proteínas, o feijão também é um ótimo substituto para a carne, já que algumas pessoas não ingerem proteína animal.

  • Inclua gorduras boas.

Faça sempre uso de azeite de oliva, abacate e sementes como as de girassol e gergelim.

  • Aumente a ingestão de fibras!

Consuma frutas, hortaliças, sementes e cereais (preferencialmente os integrais).

  • Coma pelo menos 3 vezes ao dia.

É necessário que se faça, no mínimo, 3 refeições ao dia, sendo elas: café-da-manhã, almoço e jantar.

  • Reduza o consumo de sal.

O sal é o maior causador de hipertensão – doença comum nas pessoas de idade mais avançada.

Uma alternativa é substituí-lo por temperos mais saudáveis como cebolinha, salsa, cheiro-verde, entre outras.

  • Aumente a ingestão de vitaminas.

As vitaminas mais necessárias para as pessoas na terceira idade são o cálcio, a vitamina D e a vitamina B12, pois são elas que deixam os ossos fortes.

No caso de veganos (pessoas que não ingerem nada de origem animal), consulte seu medico sore a necessidade de suplemento para a vitamina B12.

  • Beba bastante água.

Beba, no mínimo, 2 litros de água por dia. A baixa ingestão de líquido pode levar facilmente à desidratação.

Mas e quanto à prática de atividades físicas? Vamos vê-la abaixo!

Exercícios físicos adequados

A prática de atividades físicas faz bem ao corpo e a mente, pois manter-se ativo faz com que se crie um compromisso.

Esse fato faz toda a diferença na vida do idosos, pois a aposentadoria acaba reduzindo a atividade dessas pessoas.

O fortalecimento dos músculos e ossos permite que o idoso prolongue sua saúde. A caminhada, por exemplo, faz com que diminua a dificuldade ao fazer essa atividade que se torna mais lenta e dolorosa com o passar dos anos.

Não há restrições de atividades às pessoas da terceira idade, contudo é sempre importante consultar o seu médico! Ele saberá o que é melhor para você.

Exemplos de atividades para melhorar a saúde dos idosos são:

  • Caminhadas;
  • Hidroginástica;
  • Yoga;
  • Pedaladas;
  • Alongamentos;

Contribuição para a diminuição de doenças crônicas

A adequada alimentação e exercícios na terceira idade ajuda, também, a prevenir doenças crônicas.

São elas: diabetes, colesterol elevado, hipertensão, câncer, osteoporose, catarata e AVC.

A atividade física regular aliada à alimentação ajude no combate a essas doenças e no tratamento de quem já as possui. O nível de açúcar e a pressão arterial, por exemplo, podem ser controlados.

Ademais, há uma prevenção no surgimento de doenças como Alzheimer e depressão. No primeiro caso, a prática de atividades novas faz com que surjam novas ligações entre os neurônios, que reduzem a ocorrência da doença.

Já quando o assunto é depressão, movimentar o corpo faz com o cérebro produza endorfina que dá a sensação de prazer e felicidade.

Aumento da autonomia e qualidade de vida

Uma imagem contendo grama, árvore, ao ar livre, parque

Descrição gerada automaticamente
A correta alimentação e exercícios físicos na terceira idade também trazem outros benefícios além dos físicos.

A melhoria física e mental dá autonomia aos idosos, pois ajuda na locomoção e execução de tarefas cotidianas.

Como consequência, temos uma melhora na manutenção da saúde dessas pessoas, pois dessa forma há uma redução nos riscos de quedas – que podem vir a causar fraturas.

Além disso, é importante lembrar que uma casa segura ajudará na prevenção de acidentes. Até um adulto em plena qualidade física pode se machucar em um ambiente não seguro. Portanto, esteja atento!

Com tanta informação disponível, não há desculpa para não aderir a uma vida saudável!

Post anterior
O Desafio de Envelhecer no Brasil: Saúde na Terceira Idade
Próximo post
Idade é Apenas um Número?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu